5 Foliões para o seu carnaval!

O feriado é longo, vai até quarta-feira as 12:00h, dá para ouvir muita coisa, então, aqui é sem marchinha ou bloquinhos. Na Extravaganza não tem frescura. Põe a carne para assar na churrasqueria, chama os amigos, gela a birita e dá um play no som e curta um carnaval diferente, com boas companhias, que nós ajudamos vocês a harmonizar o feriado.

O ano praticamente começou e já temos alguns álbuns muito bons lanaçados, para atualizar e contribuir para o carnaval dos não amantes da baderna, vamos disponibilizar aqui 5 destes lançamentos para ninguém botar defeito.

Não irei delongar muito nos álbuns, mesmo porque ainda não ouvi com tanta dedicação todos eles, para falar com maiores propriedades.

Aumenta o som e bora curtir o nosso carnaval.

Carahter – TVRVØ (2017)

a2471753344_10

A banda mineira Carahter, que se não me engano não gravava um disco a 15 anos retorna com TVRVØ. O disco está muito bom, com sua mistura de harcore, metalcore e post-hardcore, mantendo as características da banda quando do seu interrompimento em 2005. O que importa é que o som é muito bom e caracteriza os mineiros como uma das melhores apostas do gênero no cenário nacional.

Lunar Funeral – Sex On A Grave (2017)

a1098266026_10

Gostei bastante desse álbum, não que seja algo original e inovador, mas é tão bom quando ouvimos algo divulgado em um meio, mas que foge mesmo que brevemente dos padrões estabelecidos. A primeira música “Indian’s Death” poderia ser uma música do Nick Cave, King Dude ou qualquer outra banda alternativa por ai. Se fosse todo nessa pegada musical não seria nada mal, mas eles seguem adiante com um misto de doom e stoner, mas cuja influência blues, dá forma como é tocada aqui, dá um toque diferenciado a sonoridade. Nada daquelas sonoridades suecas, cheias de referências setentistas e de um blues rock massante, que por vez é interessante de se ouvir, mas quando todas as bandas parecem querer seguir por este caminho a coisa pode se tornar meio chata.

Rude – Remnants… (2017)

rude

Recente banda norte-americana, os Rude conseguiram criar um death metal old school lembrando bandas como Death, Autopsy e com influência das bandas suecas. “Remnants…” certamente vai agradar a galera mais velha, que curte um death metal a moda antiga. Já adiantando que estará na lista de melhores do ano. Até a capa do álbum me lembrou Dismember e Monstrosity.

Pyogenesis – A Kingdom to Disappear (2017)

pyogenesis

Os alemães Pyogenesis que se formaram lá nos finados anos 90, mais especificamente em 1991 e que começaram com um bom doom metal, sendo o EP “Ignis Criatio” um dos melhores trabalhos da banda, o qual eu recomendo para todos que curtam ou colecionem discos de doom metal. A banda foi mudando com o tempo a sua sonoridade, até que em 1997 já estavam bem distantes da sonoridade praticada no início e a banda começou sua jornda pelo alternative rock/pop punk.

Para quem não é apegado a gêneros e não liga muito para ouvir diversas vertentes sonoras, a banda continua bacana, buscando a sua música e “A Kingdom to Disappear” é mais um capítulo dessa jornada.

Dopelord – Children Of The Haze (2017)

dopelord

Os polonêses Dopelord mandando muito bem mais uma vez. Som pesado, arrastado e distorcido, para entortar a vida de qualquer um que adentrar esse mundo. Apesar de recente, tendo sido formada em 2010 e com apenas 3 álbuns na carreira, é certamente uma banda a ficar de olho, a cada disco lançado a banda evolui um pouco. Os álbuns seguem uma escala de qualidade a cada lançamento, portanto, “Children of the Haze” se torna o melhor álbum da banda.

Um texto de Igor C. Bersan

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s