Son of a Witch – Thrones in the Sky (2016)

O que dizer do novo álbum dos potiguares Son of a Witch? Não existe outra possibilidade para essa resposta do que dizer: Que disco foda, simplesmente espetacular. É realmente um orgulho ver as bandas de stoner/doom que estão surgindo aqui em nosso país. Um gênero que ficou em uma espécie de limbo por muito tempo e de um tempo para cá vem ganhando cada vez mais força. O Brasil com excelentes representantes, principalmente no nordeste, onde estão as bandas que mais gosto.

“Thrones in the Sky” é o nome da obra, isso mesmo, obra de arte, que certamente entrará para a história do rock mundial. Várias resenhas e elogios parecem ter vindo de blogs especializados fora do Brasil, além claro dos nacionais. Um reconhecimento genuíno, para um álbum que qualquer pessoa que ouça e curta doom tradicional, sludge metal e stoner rock irá gostar.

Os riffs de guitarra, os vocais e o baixo distorcido estão em sincronia perfeita, influências sabbathianas reverberam e fundamentam os tronos que levarão os ouvintes ao céu. E este céu é povoado de figuras raivosas, representadas nos vocais de King Lizzard, nas guitarras de Space Ghost, no baixo de Monkey Bong e acompanhados pela bateria vigorosa de Asteroid Mammoth. Mas não se enganem, os tronos são sustentados por belas figuras spectrais, em passagens e ambientações musicais que lembram por vez a influência grunge de um passado quase esquecido do gênero, possíveis influências post-rock e o vocal simplesmente perfeito ao se encaixar nesta polaridade.

É assim o mundo criado pelos Son of a Witch em “Thrones in the Sky”, furioso, belo e magestosamente sublime em sua concepção, portanto, “obra de arte” é o único título que poderia lhe atribuir. O melhor álbum da cena stoner doom nacional até o momento.

Stoner/doom para quem curte o gênero, feito por quem entende. Não posso obrigar ninguém a ouvir ou procurar pelo álbum. Deixo o player abaixo para que possam conhecer. Agora só cabe a vocês acenderem aos céus.

Compartilhem e privilegiem o trabalho das bandas nacionais, chegamos ao ponto de que não tem como nem tentar dizer que as bandas de fora são melhores, não existem desculpas, a não ser o pré-conceito enraizado e que precisa ser quebrado, se você ainda está aprisionado a esta velha ideia, ouça “Thrones in the Sky” e se liberte definitivamente desses grilhões.

Facebook

10174847_701517493245897_1284671553786418112_n

Um texto de Igor C. Bersan

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s