Katzenjammer – Rockland

A coisa anda muito ambiente e soturna por aqui, não é mesmo? Portanto as próximas três postagens irão para outros rumos. Como a Extravaganza é sem limites e divulga boa música, seja ela de qual gênero for, basta que nos agrade e não esteja passando na rádio de meia em meia hora.

Noruega, país responsável por uma infinidade de bandas de black metal. O gênero mais polêmico dentro do universo metal. Apesar de ouvirmos pouca coisa de lá sendo divulgada por aqui no Brasil, tem muita coisa alheia ao metal e que é muito boa também. Tanto a Noruega quanto a Suécia, produzem uma variedade enorme de boas bandas e bons músicos.

Katzenjammer é uma dessas bandas. Seguindo a onda da modernidade, funde em sua estrutura musical vários gêneros, o que faz com que seja difícil classificar. Em minha busca por informações o comum é a definição de serem eles Folk Rock/Dark Cabaret. A segunda eu não concordo, não vejo traço nenhum de um dark cabaret, já o folk rock sim. Está lá a sonoridade folk, de contornos country e o rock, mas também temos um pouco de pop, elementos de reggae, algumas pinceladas de indie e até mesmo um gênero que não é muito divulgados pela mídia, o Klesmer, que é uma espécie de gênero da música popular judia e que tem boas bandas hoje que se inspiram nessa sonoridade.

“Rockland” é um disco divertido, leve e cheio de variações rítmicas, isso acaba fazendo do disco uma experiência menos cansativa. Mostrando mais uma vez que a Noruega é um país de contrastes musicais interessantes. Gosto especialmente dos vocais femininos, uma pegada meio pop e em alguns momentos festivos.

Se é diversão que estão procurando, esse é o disco. Da para ouvir namorando, em festa, com a família ou mesmo naquele final de dia, indo para casa no carro e o trânsito caótico, ajuda a passar mais rápido o sofrimento. É aquela coisa que nos deparamos de vez em quando em gêneros que não estamos habituados a ouvir com freqüência, mas que que nos tira da mesmice.

Para finalizar, uma apresentação ao vivo, só para sentirem as meninas ao vivo. Muito bom. Talvez o dark cabaret esteja em discos anteriores, neste vídeo algumas referências são perceptíveis.

Facebook

Por Igor C. Bersan

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s