Santificado

Alguns acreditam que o tempo passa, novas ideias surgem e o passado fica soterrado, esquecidos nos escombros do tempo. Com música isso não existe, é algo atemporal. O que realmente existe é disco ruim, música ruim, que com o passar do tempo, vai ficando cada vez pior e as pessoas reconhecem isso com mais facilidade.

Eu tenho um acervo imenso de álbuns antigos, vez ou outra revisito estes discos, alguns se tornaram clássicos cult, outros nem conhecidos de um grande público foram. Lançados por gravadoras underground ou em edições limitadas em 100 cópias.

Em uma dessas minhas olhadas para o passado, lembrei de um álbum que a muito não ouvia. “Lupus in Fabula” dos suecos do Sanctum, lançado no ano de 1996, ou seja, a mais de 1 década. A gravadora responsável por essa obra prima foi a Cold Meat Industries, situada na Suécia e que à época era a responsável pelos lançamentos de noise, darkwave, darkambient e algo de industrial. O catálogo deles é impecável, além da produção dos encartes. Infelizmente encerrou suas atividades recentemente.

Neste disco podemos dizer que há aquele tipo de inspiração única. O álbum flerta com vários gêneros, sem perder o foco do público que querem atingir. Temos passagens de energia e batidas eletrônicas do industrial, que são interrompidas por outras de darkwave. Elementos de ethereal dão uma atmosfera sombria e melancólica ao disco. Vocais femininos que exploram perfeitamente essa aura dark, mas que também trazem uma beleza e uma sensibilidade a música. Em contraponto aos vocais femininos, os masculinos se apresentam nas passagens mais agressivas, na oposição que faz a composição musical completa.

Ao ouvir novamente após alguns anos esquecido, “Lupus in Fábula” é um disco que não só resistiu a passagem do tempo, como poderia se dizer que ainda é afrente do tempo presente. Um álbum singular na história do gênero, capaz de conciliar gêneros supostamente dispares, apresentar o belo e o feio e em meio a tudo isso, adicionar uma música escrita por Wildegard Von Bingen e tudo isso em perfeita harmonia.

Tem que ter na coleção de qualquer um que aprecie boa música e música fora do universo comercial. Procurem esse álbum e guardem, pois isso é história meus caros.

Acredito que a banda acabou entre 2004 e 2006. Vou deixar duas músicas para conhecerem um pouco da música, mas digitando na busca do youtube, o nome da banda e no nome do disco, tem todas as músicas deste álbum.

Por Igor C. Bersan

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s