O renascimento e a exploração de conceitos esotéricos no novo álbum do Nebelung

nebelung

Desde o início dos anos 2000 que eu acompanho com atenção a cena Neofolk. Em 18 de fevereiro de 2014 o projeto alemão Nebelung lançou seu quarto álbum, intitulado “Palingenesis”. O nome é derivado de duas palavras gregas, palin que quer dizer “novo” e genesis que é a palavra para “renascimento”. Com “Palingenesis” o Nebelung quer explorar uma variadade de conceitos relativos ao renascimento. Estes conceitos vão desde a visão estóica de recriação contínua do cosmos, a creça cristã do renascimento por meio do batismo (para quem não conhece o gênero e achou a ideia estranha, o neofolk é caracterizado por ter entre suas influências o esoterismo cristão) ou o conceito pitagórico da transmigração das almas em um novo começo. O Nebelung se vale deste conceitos para criar uma aura meditativa em torno do eterno procurar a perfeição espiritual e sobre a morte e decadência, trasformação e renovação.

Nesse disco o Nebelung inicia uma nova fase em sua musicalidade, os discos anteriores tinham um ar mais folclórico em letras voltadas para uma visão mais panteísta, os conceitos eram em torno do outono e a atmosfera noturna. “Palingenesis” assume uma abordagem diferente, transcendendo as letras e música em si, criando imagens arquetípicas que transmitem o conceito do álbum a um nível profundo do subconsciente.

Sem sombra de dúvidas é um disco muito sensivel, capaz de levar a uma reflexão interior intensa, obviamente levando em consideração que o ouvinte saiba ouvir esse tipo de música, é para se ouvir em silêncio, sem interferências internas e de preferência com o som em um volume médio. Quase não existem vocais e uma atmofera mais voltada para o Drone se apresenta nessa nova fase do projeto. Um excelente álbum do gênero para iniciar 2014.

Os discos anterior vocês podem ouvir no perfil oficila do bandcamp, clicando aqui.

Integrantes:
Stefan Otto – Classical Guitar, Steel-String Acoustic Guitar, Piano Accordion, Indian Harmonium, Hammered Dulcimer, Glass Harp, Frame Drums, Chimes, Bells, Rattles, Voice
Thomas List – Steel-String Acoustic Guitar, Classical Guitar, Field Recordings
Katharina Hoffmann – Cello

nebelung_2

Texto por Igor C. Bersan

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s